Aproveitar o pouco tempo que temos com os nossos filhos


Nos dias de hoje, são muitos os pais que têm uma vida profissional bastante ocupada e desgastante, e o tempo para os filhos é cada vez menor. A maioria acredita, por isso, que são pais menos presentes e a relação com os filhos é mais distante. Ora isto não é verdade!
Para sermos pais presentes, o importante é a qualidade, e não a quantidade, do tempo que disponibilizamos aos nossos filhos. 15 minutos de brincadeira, ler uma história ou um desenho feito a 4 mãos é muito mais eficaz e satisfatório para a criança do que passar o dia inteiro com ela sem que lhe seja dada a devida atenção.
Chegar tarde não é desculpa para a falta de atenção! Que tal contar uma história antes de dormir, verem juntos desenhos-animados ou acordar 15 minutos mais cedo no dia seguinte só para brincar um bocadinho? São pequenas coisas que enchem os pequenos de alegria e fazem com que eles se lembrem de nós, o dia todo!


A pensar nos pais que tem pouco tempo e para que este seja intenso e de qualidade aqui ficam algumas dicas:

• O seu pequeno ainda é bebé? então aproveite o momento da troca de fraldas, do biberon ou do banho para conversar e cantar para ele, pois uma criança que recebe carinho em idade precoce, será mais segura, independente e criativa;

• Crie um espaço com o seu filho para ele desenhar, explorar e desenvolver as capacidades artísticas;

• Ponha uma música, cante e dançe com ele;

• Faça algo que faz parte da rotina dele, por exemplo, façam um desenho, jogem um jogo, brinquem aos piratas no banho,... e, por uns momentos, esqueça os e-mails e o telefone. Ele sentir-se-á importante e querido;

• Tenha sempre um livro na mesa-de-cabeceira do seu pequeno e reserve dez minutos por dia para lhe ler histórias antes de dormir;

• Vista-lhe algumas das suas roupas e brinque com ele aos crescidos, eles adoram este tipo de brincadeira;

• No fim-de-semana vá acampar com seu filho na sala. Lá dentro tudo é permitido;

• Leve-o a parques e deixe-o andar descalço na relva, sujar-se e brincar com a areia.

• Inclua-o na rotina da casa. Eles adoram imitar-nos, como por exemplo, arrumar a mesa, varrer o chão ou limpar o pó. Se precisar de ir ao supermercado, peça-lhe ajuda na lista de compras (pode ser com desenhos, se ele ainda não souber escrever). No supermercado peça-lhe ajuda para encontrar os produtos.

Estes são alguns exemplos para que os pais possam ter um contacto maior com os filhos e criar laços cada vez mais fortes, pois é muito importante que os nossos pequenos se sintam amados e únicos.

Sem comentários:

Enviar um comentário