Tornado na minha cidade natal

Oh meu Deus! Passou ainda à pouco um tornado na cidade que me viu nascer, Silves. Claro que já falei com os meus pais, para saber como estavam e se estava tudo bem. Parece que ficou tudo em alvoroço. Árvores caídas, carros destruídos, algumas casas perderam telhados e partiram-se as janelas, no largo onde costumava brincar, em frente ao café da minha avó, as árvores partiram-se quase todas... Caramba! É que estas coisas aparecem assim, sem aviso prévio e isso assusta-me. Agora vou ficar paranóica, pronto!

Sem comentários:

Enviar um comentário