A mãe quer mas não vai ter...

... pelo menos para já!

Sei que os pequenos vão fazer uns miminhos na escolinha, que me vão encher de beijos, abraços, dizer que me amam e eu vou delirar como todas as vezes que o fazem. E não há nada neste mundo que me faça tão feliz como o amor que existe entre nós. De qualquer forma e, para ser sincera, se o pai cá estivesse e me perguntasse o que eu gostava de presente para o dia da mãe, para além desta ramboia de beijos, abraços e mimos feitos pelos pequenos, desta vez eu ia pedir, mas pedir a sério como já não faço há muito. Portanto, querido amor da minha vida, se estás a ler este post, deixo-te a lista de coisas que me apetece de momento:








Como estás longe, sei que não vais dar-me nada a tempo-e-horas. Não faz mal! (por enquanto) Sabes que eu sou mulher de paciência. Quando chegares já sabes... é bom que não venhas de mãos a abanar.

3 comentários:

  1. Que bom gosto, e muito requintado :-) Acho que vou propor aqui em casa algumas dessas sugestões ;-) beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Peço imensa desculpa, não gosto de criticar escolhas, mas este post não é dos seus melhores .
    Até me faz pena o seu marido estar longe e o que quer, em vez do próprio, é um monte de coisas e ainda para mais caríssimas.
    Não sou contra presentes mas acho a lista de uma exigência...
    Ganharia mais com um simples abraço...
    um beijinho


    ResponderEliminar