Lições que tens que aprender e outras que serás tu a dar

E descobrirem que têm um problema/doença (crónica?) que de vez em quando, sem darem por isso e sem aviso prévio, vão ter que aguentar as dores (que são insuportáveis), as paralisias e dormências, as quedas inesperadas e falta de força nos membros e, ainda por cima, com a idade tende a agravar-se? Descobrirem que vai ter que ser assim para o resto das vossas vidas porque não há mesmo nada a fazer e que não existe solução? Que não há drogas para tomar, e que as cirurgias estão fora de questão sob pena de acordarem e mexerem apenas os olhinhos? Enfim...
Ainda não sei bem qual a lição a retirar disto (se é que há uma!). Uma coisa é certa, tenho uma família que amo e que me ama. Um marido que já me prometeu cuidar de mim até ser velhinha e estar toda "carcomida". Tenho amigos que adoro de coração, que posso contar com eles e eles comigo. Sou uma pessoa positiva, optimista e muito feliz e isto não é coisa para me deitar a baixo. Não, não é! Se é assim que vai ser, então cara-alegre e bola para a frente. E mais, só tenho a agradecer por ter tudo o que tenho,  porque não é o problema/doença que me vai dar uma lição (se calhar só um bocadinho), mas eu!  Eu, certamente, é que vou dar uma lição! Ai, se vou!

4 comentários:

  1. Não sei qual é a doença crónica, mas vivo com uma condição similar desde há uns tempos e aprende-se vivendo. um dia atrás do outro. um dia em cima. outro menos bem. com o amor incondicional de quem temos ao nosso lado. aceitar essa condição tem sido o mais difícil para mim. mas todos os dias se vive os dias com a intensidade redobrada por não saber como se vai estar logo ou amanhã.
    boa sorte e força na construção da TUA história

    ResponderEliminar