"Quem deu um pum?"


O primeiro título da Coleção Mateus, com o qual Ana Garcia Martins, vai acompanhar o crescimento do filho Mateus, de um ano. "Quem deu um pum?" é o título de estreia da Ana na literatura para crianças.



Cá em casa os miúdos gostaram e assim que li a primeira página "Pfffff! Cheira tão mal! Quem deu um pum? - perguntou a mãe com os dedos a apertar o nariz." o Afonsini sai-se logo com um determinado e sem-vergonha fui eu. Ahahah... o que me ri. No entanto, deixou-me a pensar como, enquanto adultos, perdemos esta forma inocente, simples e banal de falarmos (para alguns assumir) que dar puns (ou outros assuntos) faz parte e é normal.


O livro é giro e os pequenos críticos literários cá de casa gostaram bastante. As ilustrações, da Rita Duque, são super fofinhas, muito lindas mesmo! Mas do que fala o livro afinal? Bem, para além do tema pum, como é óbvio, e da moral da história de que a maioria das mães ama os seus filhos com todos os "puns" adjacentes, o facto de, e enquanto adultos, tentarmos negar ou esconder determinados assuntos também esteja implícita (propositado ou não, não sei) mas nenhuma das personagens crescidas assume ter dado um pum alguma vez na vida. É o que na realidade os adultos fazem, certo? Talvez tenha sido o "Fui Eu" do Afonsini, que me levou a "viajar na maionese"e a pensar nesta mensagem mais profunda do livro mas, a verdade é que crescemos (a maioria) e, muitas vezes, perdemos a leveza de dizer/fazer as coisas sem preconceito e de uma forma simplista. Acabamos por construir uma "carapaça social". Somos mais para fora. Mais para os outros. Omitimos os erros, os enganos e floreamos ou inventamos aquilo que somos ou possuímos...
Enfim, quem nunca deu um pum que atire a primeira pedra!

Sem preconceitos minha gente, o livro é giríssimo e os pequenos vão gostar. Principalmente aqueles que têm pais que não dão puns.


O REI VAI NU também está no FACEBOOK e INSTAGRAM

Sem comentários:

Enviar um comentário