Crochet Crush

Quando era pequena passava muito tempo em casa da minha tia Lisete. Esta minha tia, que era professora de educação visual, tinha uma paciência de santa. Ensinou-me tantas, mas tantas coisas de trabalhos manuais, desenho e bricolage que, sem qualquer dúvida, foram as minhas principais bases para o que hoje consigo fazer e criar. A minha tia Lisete que se sentava comigo e, com todo o tempo do mundo, mostrava-me livros das mais variadas actividades (desenho, pintura, modelagem, ponto-cruz, costura, etc...) ensinava-me as coisas pelo exemplo. Estimulava a minha imaginação e deixava-me criar livremente mas, principalmente, fazia-o com amor. Muito! E foi esse amor que sempre alimentou a minha locomotiva da criatividade e nunca deixou que parasse no caminho enquanto fui crescendo. Obrigada querida tia Lisete!
No entanto, com muita pena, uma das coisas que não consegui aprender foi o crochet. talvez seja esta a explicação para a minha fixação por peças em crochet. Ainda vou a tempo de aventurar-me e aprender. Sim, um dia vou fazê-lo!

Adoro ver peças de crochet no quarto dos pequenos, de preferência com dimensão, como puffs, mantas, almofadas ou tapetes. A minha próxima aquisição vão ser uns puffs grandes e gordos. Mas há tantas ideias giras em crochet para decorar que não resisti em partilhar algumas das minhas preferidas. 







Imagens via Pinterest

O REI VAI NU também está no FACEBOOK e INSTAGRAM

2 comentários: