O QUE AS MÃES DE DIFERENTES PAÍSES LEVAM NA MALA DE MATERNIDADE

Uma equipa dos fotógrafos da WaterAid  registaram o que várias mulheres, de diferentes partes do mundo, levam na mala da maternidade. 
Achei interessante as necessidades (em falta ou exagero) de cada mulher em função da região onde vivem, cultura e economia de cada país. Dá que pensar!

Hazel Shandumba, povoado Hamakando, em Monze, na Zâmbia
 Roupas para o bebé, sarong (roupa tradicional), fraldas, uma bacia, sabão, polietileno (que é um espécie de plástico) para a cama do hospital.

Deanna Neiers, de Nova York, nos Estados Unidos
Roupa para o bebé e para a mãe, manta, chinelos, objetos de higiene pessoal, mp3, óleo para massagem com extrato de coco, azeite de lavanda, gel com extrato de arnica, sutiã de amamentação, almofada de amamentação, máscara para dormir e um livro.

Ellen, Simulemba, Malawi
3 sarongs (roupa nacional) para a mãe e para o bebê, polietileno para a cama do hospital, faca para cortar o cordão umbilical, laço para amarrá-lo, lanterna (no hospital não há eletricidade) e uma nota de 200 kwacha para comprar comida

Katy Shaw, Melbourne, na Austrália
Roupa para o bebé e roupa para a mãe, fraldas, objetos de higiene pessoal, bebida isotônica, doces,  óleos para massagem e acumulador de frio e calor.

Claudine, Betafo, em Madagascar
Roupa para o bebé, fraldas, algodão, toalhas íntimas, álcool, garrafa térmica, bacia e panela.

Joanne Laurie, Londres, Inglaterra
Roupa para o bebé, roupa e toalha para a mãe, fraldas, objetos de higiene pessoal, bioestimulador, toalhas íntimas, iPad, água e doces

Agnes Noti, Iramba, Tanzânia 
Roupa e manta para o bebé, sarong (roupa nacional), garrafa térmica, chá, sabão e recipiente para  água.



Ver artigo aqui

O REI VAI NU também está no FACEBOOK e INSTAGRAM

Sem comentários:

Enviar um comentário